Divagando na tua ternura...

Zilca P. Tricerri

 

 

 

A serenidade acontece na vida, ao

Percebermos que o amor é a luz

Infalível na nossa existência

Ainda não sei, como consegui forças

Para enfrentar a tristeza durante o

Tempo em que sentia o perigo de

Não mais te ver, lutei com todas as

Forças de um especialista, sem mesmo

O ser, e, quando pensava receber

O diploma da cura por amor, te perdi...

Fiquei com a tua ternura, distribuída

Pelos caminhos da saudade em chamas

Ascendendo cada vez mais, a lâmpada

Luminosa do nosso amor, que não

 Morrerá jamais!

 

 

Zilca P. Tricerri

Porto Alegre/RS

20/07/09