Diálogo
Zilca P. Tricerri
 
 
 
Sem ter com quem desabafar
procurei o tempo...
Perguntei à ele, como poderia
ajudar-me a preencher este vazio que
torna o meu coração triste e solitário
nublando os meus dias, com a dor
da saudade...
 
O tempo baixou o seus olhos, não
querendo me olhar e respondeu-me, que
não existe tempo para curar a dor
de um amor tão sublime, ele apenas
ameniza o sofrimento de quem
ama e continuará amando
 através dos tempos...
 
Desisti do tempo, pois ele não
entende de sentimentos...
Optei por continuar com a angústia
da tua ausência em mim, pelo menos
terei algo de ti no meu coração...a saudade
Ela manterá a tua imagem viva
habitando todo o meu Ser!
 
 
Zilca P. Tricerri
Porto Alegre/RS
02/06/07