Crepúsculo

Zilca P. Tricerri

 

 

Inebriante madrugada que aconchega

a minha alma trazendo recordações sem

fim, invadindo as células do meu corpo

que pulsam a cada lembrança de nós dois

Quanto mais o tempo passa, a saudade

aumenta, e assim, os meus olhos te buscam

por todos os cantos deste universo, até

onde a minha imaginação consegue alcançar

Ultrapasso os horizontes do pensamento

e chego ao crepúsculo da solidão, num silêncio

 avassalante, que cobre todo o meu ser...

Encontro o céu e sinto a tua presença que nada

fala, porém, a luz do teu coração, comunica-se

com o meu, e nos sentimos abraçados por segundos...

Para nós, o importante é que sabemos da força

que nos une, e unirá além do infinito...o nosso amor!

 

 

 

 

Zilca P. Tricerri

13/01/2010