Ultrapassar as fases

 

 

 

 

Sinto falta de mim

No meio dessa multidão sem fim

Sinto que a vida se esvai pelos dedos

O trabalho e o tempo, em nada se ajustam...

 

Sinto falta daquela rebeldia

Da adolescência guerreira, sem nada a temer.

Do calor dos ânimos, da vida sem demora,

Do tempo, que eu tinha tempo em viver!

 

Ultrapassar as fases, seguir meu oásis...

A maturidade chega para todos, é verdade,

Mas sinto falta do que fui,

Por ora, até certo regozijo do que me tornei.

 

Confio que sempre é tempo de aprender

Desejo incessantemente a força que vem do Amor

Procuro pela vitória, mas ainda estou em perene batalha,

Na guerra ingrata dos dias, essa, sem qualquer sabor.

 

 

 

 

 

Tierle Maria P. Tricerri

25/02/08