Pensamentos flutuantes
Tierle Maria P. Tricerri
 
 

Borboletas, sinais luminosos de
Curiosidade,
 
Pensamentos flutuantes colorantes
Dos céus
 
Beleza a admirar, que vem da terna
Natureza,
 
Cativante salutar de nossas distrações
Em tardes de sol,
 
Dezenas de flores e plantas a polinizar,
 
Trazendo sementes e novas cores
A embelezar.
 
Por que não somos como as borboletas?
 
Nossa vida efêmera de lagartas e casulos,
 
Clama por metamorfoses que
Nunca chegam,
 
No céu cinzento de nossa existência...