Estação da Saudade

 

Hoje tive saudade apertada
Apertada de teu abraço!
Sorriso de amigo, sorriso de pai
Outono chegando e a lembrança me dói.
 
As folhas caindo, o cinza surgindo
Lembro-te com a testa franzindo...
Não apreciavas tal estação,
Que atirava as folhas do Croton no chão.
 
Teu jardim ainda está em minha memória
Florido com todas as sementes que plantou
No coração de cada amigo que em tua vida adotou!
 
Hoje te amo com o coração partido,
São as nuvens cinzas que não posso alcançar
Mas a primavera, de novo, não tarda a chegar...
E um dia, novamente, Iremos nos reencontrar!

 
Ao meu pai Fernando José Tricerri
(Vô Fernando), com amor e saudade.

 
Tierle Maria P. Tricerri
04.04.2007