Frágil Fortaleza
Fernando José Tricerri
 
 

Eu posso, eu vou, eu faço, eu consigo...
Eu ando para frente,
Mesmo quando recuo,
Mediante o aproximar-se um perigo...

Eu sigo a jornada e nela acredito... Sou parte da vida...
A que veio, que vem, que vai e que foi...
Eu olho o futuro,
Sem me perder no passado;
Eu sinto o presente, que chora e que ri...

Eu luto sem armas, para não ferir o meu próximo...
Se a compreensão tardar,
Que, ao menos, ela chegue...

Eu ando em cavernas e castelos,
E as estrelas do céu me acompanham, iguais...
E o sol a tudo ilumina...

A inexistência deste ou daquelas,
É momentaneamente ilusória, passageira...
Repousando a glória eterna,
No dar e dar-se amor...