Choro Inútil
Fernando José Tricerri


Foi-se aquele amor... E, chora-se de dor...
Que seja apenas num momento...
Que não se faça disso eterno lamento...


Foi-se a ilusão... E, chora o coração...
Mas certamente o amigo tempo...
Trará cores novas em novo alento...


Jamais deixe de sonhar...
Volte sempre a reviver...
Pare de chorar...
Volte sempre a correr...


Prender-se ao passado...
É viver triste, amargurado...
Olhe o horizonte e sorria...
Veja bem, nasce sempre um
novo dia...